segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

e que venha 2009

Depois de 3 anos, volto a passar a virada na praia, com direito a pular as 7 ondas e tudo mais que manda a tradição.

Mas não será em qualquer praia, será no Rio de Janeiro em alguma festa com muita babado, barulho e confusão.

Desejo aos meus leitores uma ótima virada e um 2009 melhor do que 2008, apesar de que se for igual eu já me dou por feliz.

E agradecer mais uma vez pelas amizades aqui feitas e fortalecidas ao longo do ano, tanto com a Realeza e seus súditos, como com as modelos do querido apê, sem esquecer, é claro, do Bonde das Gatinhas formado por blogueiros e twitteiros.

Ao mundo, mais liberdade, respeito e tolerância. Deixo vocês com Free (I Wish I Knew How it Would Feel to be) - Lighthouse Family



I wish I knew how it would feel to be free
I wish I could break all the chains holding me
I wish I could say all the things that I should say
Say 'em loud say 'em clear
For the whole wide world to hear

I wish I could share
All the love that's in my heart
Remove all the bars that keep us apart
And I wish you could know how it feels to be me
Then you'd see and agree that every man should be free

I wish I could be like a bird in the sky
How sweet it would be if I found I could fly
Well I'd soar to the sun and look down to the see
And I'd sing 'cos I know how it feels to be free

I wish I knew how it feels to be free
I wish I could break all the chains holding me
And I wish I could say all the things that I wanna say

Say 'em loud say 'em clear
For the whole wide world to hear
Say 'em loud say 'em clear
For the whole wide world to hear
Say 'em loud say 'em clear
For the whole wide world to hear

One love one blood
One life you've got to do what you should
One life with each other
Sisters, brothers

One life but we're not the same
We got to carry each other
Carry each other
Whoah Whoah Whoah Whoah Whoah ...

I wish I knew how it would feel to be free
I wish I knew how it would feel to be free
Happy New Year

umbjoemeliganabarra

update:
Não vou mais ao Rio por problemas de estruturais e logísticos cujo resultado seria um grande problema afetivo futuro que prefiro evitar.
Aproveitem e mandem um beijo para a Zamaral.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

pai natal está a chegare

O pessoal do Forever Not Yours faz uma série de vídeos com dublagens baseadas em filmes ou novelas, criando uma série com toda uma história.

Por aqui fez bastante sucesso a Floribela Alternativa. Os vídeos ficam ainda melhores quando se tem contato com Portugueses, porque se conhece e escuta com freqüência as gírias usadas.

No último ano eles lançaram a série Bicha do Demônio, onde dublam e editam cenas do Senhor dos Anéis. É bárbaro.

Como o tema de tudo hoje é o Natal, aqui vão os dois especiais que eles fizeram em homenagem ao Pai Natal. Não é dos melhores, mas ficaadica!
2007


2008


Um natal com muito amor, amizade e carinho para todos.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

precisa de visto?

Então, corra, principalmente se estiver em São Paulo.

O Consulado Americano fez algum malabarismo e, os agendamentos que antes levavam semanas, fazendo o pessoal viajar para Brasília para tentar o visto mais rápido, está com agendamentos para 7 dias.

Basta acessar o site, pagar R$ 38,00 e se jogar.

Mas vá logo, porque hoje cedo dava para agendar para sexta, e agora de tarde já passou para segunda-feira e os horários bons para a próxima semana já estão se esgotando.

domingo, 21 de dezembro de 2008

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

the eighties party

Uma das minhas avós já foi citada aqui algumas vezes e não preciso falar que é a minha preferida.

Ela é uma pessoa especial e muito iluminada, não somente por atitudes como a citada em priceless, como também por estar sempre disposta para tudo, principalmente ajudar o próximo (ou satisfazer qualquer desejo do netinho preferido).

Domingo ela vai fazer 80 anos e vamos dar uma festança em casa para ela (eu queria levá-la com as amigas na madonna mas fui voto vencido).

A princípio pensamos em algo surpresa, mas a logística seria complicada, então resolvemos abrir o jogo e então ela escolheu algumas coisas e fez a sua lista de convidados (sem brincadeira, se somar as idades passamos de 2008 em 30 pessoas), mas algumas surpresas acontecerão.

Entre elas uma réplica dela em bonequinha de biscuit fazendo tricô, com a nossa pit bull brincando com as lãs no andar de baixo da pasta americana (isso se o fdp terminar em tempo porque ele conseguiu perder a foto inicial e só foi começar a fazer ontem) e os trovadores urbanos, que vão entrar na sala pouco antes de cantarmos os parabéns.

Apesar do clima de festa, não será um dia fácil para nós, pois, por uma dessas coincidências do destino, meu pai fazia aniversário no mesmo dia da sua sogra (e por incrível que pareça, isso não era motivo de reclamarem, pelo contrário, se davam melhor do que os respectivos filho e mãe).

Por isso vou chegar à pista vip por volta de umas 19-19:30 (tinha que citar a Madonna no blog, não podia passar em branco).

Quero chegar aos 80 anos como minha vó, inteiro, com muita disposição e descendo até o chão.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

damn it

Inadimplência em condomínios de SP recua 18,23% em novembro

Por: Equipe InfoMoney
17/12/08 - 12h31
InfoMoney

SÃO PAULO - O número de ações contra inadimplentes em condomínios diminuiu 18,23% em novembro, na comparação com o mês anterior, segundo levantamento realizado pelo Grupo Hubert.

De acordo com os dados divulgados na última terça-feira (16), no penúltimo mês do ano, 857 ações foram distribuídas nos fóruns da capital paulista, contra 1.048 em outubro.

Destaque para a Zona Sul
Segundo o estudo, o bairro do Ipiranga teve a maior queda no número de ações, 68,18%, frente ao mês anterior. Em seguida, aparecem Pinheiros, com recuo de 44,66%, e Santana, com -43,47%.

Por outro lado, bairros como Itaquera, Freguesia do Ó e São Miguel Paulista apresentaram aumentos de 200%, 47,83% e 11,76%, respectivamente.

Confira abaixo a tabela com a variação mensal e o número de ações das regiões:

De acordo com o vice-presidente de administração imobiliária e condomínios do Secovi-SP (Sindicato da Habitação), Hubert Gebara, a Lei 13.160 faz justiça para os bons pagadores e, no longo prazo, vai beneficiar todo o mercado imobiliário, mesmo com a crise financeira internacional.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

the blue box


Nada como uma caixinha dessas para enlouquecer qualquer mulher. As pernas bambeiam, as palavras fogem e os olhos brilham de uma forma única.

Ontem foi aniversário de uma irmã de coração, daquela família que surge nas nossas vidas e acaba sendo mais presente do que a de sangue.

É minha melhor amiga ever e alguns blogueiros que já a conheceram sabem o quanto sou fanático por ela. Então nessas horas, o mínimo que podemos fazer é causar a sensação descrita acima, principalmente quando se acerta, em cheio, o número do seu anular.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

priceless


A DOM já havia gerado um griteiro só quando disse que a encontrei no banheiro da minha mãe, junto com a revista do Iguatemi e o Guia da Semana do Estadão, repercutindo até no Gui (tá no último parágrafo).

E eis que hoje, aparece essa Junior aí de cima na lavabo de casa, junto com outras revistas velhas.

Deve ser coisa da minha vó, provavelmente sem sequer saber do que se trata a revista. Mas não deixa de ser um sinal de respeito à diversidade (minha vó soube de um amigo meu por uma fofoqueira do bairro e mesmo assim o recebeu por anos com o namorado aqui em casa, ficando chateada quando soube do fim do relacionamento, pois, o namorado era educado e de boa família).

Por mais que as coisas não sejam fáceis, momentos assim não tem preço.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

zegna knot



Tá aí um nó elegante para todas as ocasiões, criado pelo próprio Ermenegildo Zegna.

Vou testar a minha coordenação para ver se consigo usar esse.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

é hoje (2)



Diz que Joelma não perde em nada para Kylie. Muitos leds, dançarinos e emoção no palco.

Na pior das hipóteses vamos rir pacas (e talvez sofrer com pencas de cecília).

E para quem diz que ela faz playback...

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

pucci's birthday

Andei atribulado e sequer comentei sobre a super festa que tive sábado. Aniversário da Pucci de 9 anos.

Muitos aqui vão virar a cara, mas amo esse lugar. Freqüento lá há desde que inaugurou, quando estava mais para um restaurante do que para uma casa noturna.

Lá sempre está bom, o atendimento é ótimo (o garçom te serve e fecha a comanda para você), as bebidas são de qualidade e som é incrível.

A festa foi em um espaço de eventos próximo ao Shopping Morumbi. Redecoraram todo o local, encheram de leds e montaram belos camarotes (segregação social é tudo nessa vida).

Não havia fila para entrar e muito menos para pegar bebida (ao menos nos camarotes) que era bem farta. Até o Red Bull era open bar e sem regularem nada, mesmo as 7 da manhã, quando o dia já estava clareando.

O único problema era o valet (levavam meia hora para trazer o carro) e o calor infernal mesmo nos camarotes (todo mundo encharcado de suor e com a make-up vencida). Ambos foram facilmente resolvidos, caminhando até o local onde o carro estava parado e até o bar mais próximo.

Tomei, por baixo, uns 10 copos de vodka com red bull e umas 3 caipirinhas de tangerina. E saí inteiro, querendo continuar a balada na The Week.

Falando em The Week, várias bees estavam por lá. Além da minha turma (para uns 3 ali o gaydar apita) haviam 2 em turmas vizinhas. Fora os que passavam dando pinta, como um com camiseta da Ecko Unltd cravejada de strass e outro que tomou na lata um "Você vai na TW? Mas se veste e dança como os meninos de lá?"

Sobre o som, começou com um house fino enquanto só o longe estava aberto. Abriu-se a pista e começou uns dance Jovem Pan para o povo começar o sacolejo. Aí a pista foi aberta pelos Pucci´s Angels e veio o seguinte set list:

Enjoy the Silence


Bizarre Love Triangle


Stop


Dangerous


Estoy Aqui


Did You Ever Really Love Me


People Have the Power


Con una Rubia en el Avión


I Finally Found Someone


Save Up All Your Tears

sábado, 29 de novembro de 2008

tags da noite passada

Jardins - catarse - CARboiDRAto - CALYPSO - KaRaoKê - CAIPIRINHA - loira filha da puta - DragãO - PIOLA - pato purific - BloG - jApA kIll bIll - Liberdade

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

e a amex cada vez mais subindo no telhado

E o Bradesco anda mesmo cada vez mais zuando com a marca American Express pelo qual pagou milhões.

Acabou de chegar um catálogo do Membership Rewards com produtos para o natal.

Ok, o mundo está em crise e é preciso economizar, mas a sanduicheira poderia não ser Mallory, o barbeador Britânia e a câmera digital I-Concepts.

Nada de Apple, Sony, um box de uma séria de sucesso.

E quando chega no final, você pode trocar 13.000 pontos por um ingresso para o Show da Madonna em São Paulo. Seria até legal, se não fosse para a arquibancada verde.

Opção para pista VIP? Para a Amex é desnecessária.

Vai longe assim viu Seu Brandão.

momento glamurama


Enquanto o povo fica se estapeando por um cartão Black da The Week, as realmente phynas, reecas e herdeiras se exibem com a sua oncinha.

Foram indicados pela Tia Eliana 4.000 clientes para receberem em primeira mão o cartão de crédito Daslu Safra Visa, mas tão logo foram disponibilizados para o público, as dasluzetes caíram de boca neles, preenchendo mais de mil propostas só no dia do seu lançamento.

Além de ter a marca da Daslu, o cartão oferece parcelamento em 12 vezes sem juros, descontos e acesso as liquidações um dia antes do seu início.

Interessou, então basta passar na Daslu com um comprovante de renda, endereço, RG e CPF e peça o seu. A anuidade é de R$ 360,00 e é parcelada nas quatro primeiras faturas do cartão.

E cá entre nós, apresentar uma oncinha na hora de pagar a conta é bem mais digno do que apresentar o black para entrar. Mas se puder juntar os dois, melhor.

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

arrependimento

Nesse ano de blog e 10.000 visitas depois, aprendi algumas coisas sobre escrever.

Primeiro, nunca posta algo que envolva outra pessoa (conhecida ou não) enquanto estiver sob alta emoção (por culpa da notícia te revoltar ou envolver amigos seus) para não ter perigo de causar dano moral a alguém.

Não tive nenhum processo ainda, mas quando escrevi o post sobre o pessoal que "passou" na OAB/RJ com liminar, meses depois recebi um pedido educado para remover o post, além de, observando o orkut dos envolvidos e amigos ler algumas ameaças que poderiam se concretizar ou não.

Na dúvida, deixei de lado o meu direito de expressão e apaguei o post. Okay, foi medo mesmo. Mas quando não se sabe com quem está falando e se lê coisas como "acabar com a vida" nunca se sabe se é no sentido figurado ou se queriam me colocar na laje.

A segunda coisa foi sempre pesquisar antes de meter o pau em alguém, ou pior, se meter na briga alheia (coisa que blogueiro por sinal adora fazer, tomando as dores dos outros).

Pois bem, meu primeiro post falava sobre o Papel Pobre e a revelação do seu dono pela Dri Spaca. Na época, sem saber dos fatos e ser amarradão na Katylene, tomei partido e meti o pau na atitude dela, de ter divulgado quem estava por trás dela.

Depois descobri como as coisas realmente aconteceram no passado, graças a amigos que conheciam ambos os lados. Bem, hoje a Katylene está de volta e não é que depois conheci a Spaca e a achei o máximo.

Espero aprender ainda mais nos próximos 10.000 acessos. E por ora, quem sabe fazer a tão falada pool party em casa para comemorar o sucesso do blog... (sou blogueiro e leonino, então meu ego é inflado e hiperventilo com minha média histórica de 34 visitantes diários)

terça-feira, 25 de novembro de 2008

fique esperto

São Paulo instalou na semana passada, durante o feriado, mais 11 radares fotográficos nos seguintes endereços:
* Avenida Pompéia, oposto à Rua Coari (sentido Pinheiros/Marginal Tietê)
* Avenida Pompéia, altura da Rua Coari (sentido Marginal Tietê/Pinheiros)
* Avenida Luís Dumont Villares, próximo à Rua Francisco Lipi (sentido Centro/Bairro)
* Avenida Luís Dumont Villares, oposto à Rua Francisco Lipi (sentido Bairro/Centro)
* Avenida Engº Caetano Álvares, próximo à Rua Conde de Santa Fé (sentido Centro/Bairro)
* Avenida Engº Caetano Álvares, próximo à Rua Rodolfo Marin (sentido Bairro/Centro)
* Avenida Washington Luís, próximo à Rua Robélia (sentido Bairro/Centro)
* Avenida Washington Luís, próximo à Rua Dória (sentido Centro/Bairro)
* Avenida Presidente Tancredo Neves, oposto à Trav. Santi Ugolino Michelazzo (sentido Anchieta/Imigrantes)
* Avenida Presidente Tancredo Neves, altura da Trav. Santi Ugolino Michelazzo (sentido Imigrantes/Anchieta)
* Marginal Tietê, pista expressa, antes da Ponte Júlio de Mesquita Neto (sentido Ayrton Senna/Castelo Branco)

Esses radares além de flagrar o excesso de velocidade também fazem a leitura da placa, pegando os furões do rodízio.

E a Prefeitura tem planos de instalar mais algumas dezenas deles até o final do ano, portanto, fique esperto quando rodar por São Paulo.

domingo, 23 de novembro de 2008

então tá

Criminosos assaltam apartamento do DJ Marlboro no Rio

Até entendo que com a crise de liquidez envolvendo os mercados financeiros e o risco de quebra de um Citibank possa amedrontar os investidores, mas guardar R$ 250.000,00 dentro de casa é um pouco estranho não? E ainda em um cofre não soldado?

Esse dinheiro está me cheirando a Omo, sabe aquele sabão que lava mais branco? Agora alguém terá de bater uma papo com Protógenes.

terça-feira, 18 de novembro de 2008

fabi hilton gringa

Ou vocês achavam que era exclusividade nossa?

A rachinha não deixa chupinhar direto do YouTube, então seguem os links para checar a produção, no primeiro sozinha e no segundo com uma amiga.

http://br.youtube.com/watch?v=rMdWqaN_Tms

http://br.youtube.com/watch?v=jFPeng7e0kg

E para quem gosta de uma pegada mais latin lover meets capão redondo, achei esse vídeo como resposta a um dos da mocinha acima.

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

wooow

Sabe-se que a crise bate quando as pessoas começam a se suicidar, por não verem saída e se desesperarem com a perda de patrimônio e status social.

Há pouco mais de um hora, um operador da Corretora Itaú tentou se suicidar NO MEIO DO PREGÃO da BM&F, interrompendo o pregão viva-voz por alguns instantes.

O Itaú até agora não se manifestou e ninguém ainda sabe se tem alguma relação com os mercados ou algo pessoal. Apenas a BM&FBOVESPA soltou uma notinha, mais para acalmar os investidores, alertando que os pregões, tanto eletrônico como viva-voz, já estavam operando normalmente.

O estado de saúde do corretor é grave.

Confira mais detalhes no InfoMoney e Estadão.

domingo, 16 de novembro de 2008

fever all through the night



Sou fã de Michael Bublé há algum tempo, tendo conhecido primeiro suas versões de standards do jazz e só então descoberto que ele cantava Home.

Nessa semana rolam 3 shows dele no Via Funchal, com preços "camaradas", iniciando em R$ 300,00 para ver atrás da coluna, até R$ 1.100,00 na platéia VIP.

Oi? Michael Bublé vale tudo isso, mas no Via Funchal? O lugar não tem acústica para um show da Cyndi Lauper, imagina um show de jazz. Além disso, pelo tamnho do lugar, ainda fica longe de ser algo intimista.

O resultado disso se vê na vendagem. Apenas o mais barato de segunda-feira está esgotado. Os outros todos tem lugares, e muitos, disponíveis ainda.

Quer cobrar uma grana violenta, coloca ele fazendo um especial no Bourbon Street, Auditório Ibirapuera ou mesmo no Baretto. Certeza que um show dele no Baretto, cobrando R$ 5.000,00 por cabeça, esgotaria fácil.

Agora, pagar esse absurdo no Via Funchal?

PS: Escolhi fever porque é como estou. Não saí de casa hoje e acabei perdendo o encontro de blogueiros agitado pelo SAM.

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

burguesinho

Saudades dos meus tempos de burguesinho e levava a vida como nessa música do Seu Jorge.

Uma hora temos de acordar para a vida e é muito bom poder pagar a fatura do seu cartão de crédito. Mas as vezes dá saudades das tardes na hípica sem ter de pensar em prazos, clientes e contas.



Burguesinha - Seu Jorge

Vai no cabelereiro
No esteticista
Malha o dia inteiro
Pinta de artista

Saca dinheiro
Vai de motorista
Com seu carro esporte
Vai zoar na pista

Final de semana
Na casa de praia
Só gastando grana
Na maior gandaia

Vai pra balada
Dança bate estaca
Com a sua tribo
Até de madrugada

Burguesinha, burguesinha
Burguesinha, burguesinha
Burguesinha
Só no filé
Burguesinha, burguesinha
Burguesinha, burguesinha
Burguesinha
Tem o que quer
Burguesinha, burguesinha
Burguesinha, burguesinha
Burguesinha
Um croassaint
Burguesinha, burguesinha
Burguesinha, burguesinha
Burguesinha
Suquinho de maçã

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

esquentando os tamborins

Como muitos leitores e blogueiros vão ao show da Cyndi Lauper, deixou de presente uma versão de Time After Time pelo Novaspace, um grupo alemão especializado em transportar clássicos para o eurodance (ADORO!). É daquelas típicas versões que só se escuta na Pucci e suas genéricas.



Aliás, dia 29 vai ter festão de aniversário da Pucci. Não se equipara ao Natal deles, mas mesmo assim rende bons momentos.

domingo, 9 de novembro de 2008

how do you describe a feeling?



Todos os blogs já falaram sobre o show, então deixo os que perderam com uma gravação da música que mais levantou o povo, pois, tanto os novos fãs como os mais antigos se jogaram lindamente.

Senti falta de Locomotion. Mas se houvesse um coro maior pedindo, certeza que ela nos daria esse brinde, com passinhos e tudo. Fica para a próxima.

terça-feira, 4 de novembro de 2008

boy from ipanema



Mentira, vou ficar na Barra.

Ipanema mesmo só de carro, e olhe lá. Mas já vale né?

E calma pessoal. Sábado estou de volta para a Kylie.

See you there!

domingo, 2 de novembro de 2008

A QUATRO MÃOS: UMA DÚVIDA JURÍDICA

Este artigo foi escrito a quatro mãos e está sendo publicado "em espelho" nos blogs de Alexandre Lucas - "ENQUANTO ISSO, NO RH DO INFERNO" - , e Ludo Diniz - "REHAB YOUR MIND".

Há algum tempo temos observado a mudança da vida noturna LGBT (sim, a sigla foi mudada de GLBT para seguir ao padrão internacional) em São Paulo. Com uma diminuição da importância dos bares, os brasileiros "barzinhos" e a supremacia inquestionável atual das boates/casas noturnas, que chegam a serem referidas como "o culto" ou "a missa", pela freqüência semanal e estilo bate ponto de seus freqüentadores.

Uma questão que envolve aspectos tanto de comportamento quanto de legalidade levou-nos a unir forças em torno da discussão deste assunto.

Observou-se o aumento da importância das boates na vida noturna, a mudança do estilo das músicas - das embaladas e cheias de vocais da era disco para as psicodélicas e conceituais, com raros vocais, em voga nos dias de hoje, vieram outras mudanças na cena LGBT, aqui falando principalmente do mundo GBT masculino.

Primeiro as baladas começaram a iniciar gradual e lentamente mais tarde. Baladas que nos anos 80 iniciavam-se 22:30-23h, passaram para 00h, e hoje o chique nas baladas do momento como a The Week é chegar depois das duas, de preferência depois de um badalado e bem freqüentado "chill-in", versão "gay chic" para o brasileiríssimo esquenta que rola desde nossos 14 anos, nos tempos de carnaval.

Nas baladas da moda, sempre houve drogas ilícitas, mas essas eram restritas a meia dúzia de "colocadas" conhecidas que se drogavam discretamente escondidas nos reservados dos banheiros. A maioria apenas bebia alcoólicos, em quantidades variadas... Aos poucos, começou uma transformação gradual e concomitante: as baladas foram começando mais tarde e durando mais, mais e mais pessoas se drogando para conseguir dançar horas seguidas, e a música foi-se tornando mais eletrônica e "conceitual", até porque as pessoas em sua maioria, nas pistas ao menos, quase não conversam, e as festas têm-se tornado uma experiência cada vez mais individual.

Toda ação leva à uma reação. Ninguém prestou muita atenção ao que acontecia na cena gay, como nunca prestaram. Mas as mesmas transformações foram sendo transpostas para a cena heterossexual, com suas raves intermináveis e sempre em locais ermos. Sempre disse (Alexandre Lucas) que ninguém dirige mais de uma hora para ir a uma festa e depois anda meia hora no barro para fazer alguma coisa "direita", que pudesse ser feita em boate ou mesmo motel da cidade.

Por uma questão de escala, jovens começaram a ter problemas, ambulâncias foram acionadas e pessoas chegaram a morrer. Mídia e famílias perceberam. A sociedade brasileira, como de costume, lentamente e de modo enviesado, começou a reagir. Começaram a ocorrer batidas policiais em busca de drogas ilícitas tradicionais e sintéticas e a polícia começou a perceber que precisava investir em inteligência. Passou a infiltrar agentes à paisana nas festas. Não somos contra nada disso. As polícias e o Estado estão aí para fazerem seus papéis.

O problema é que foi especulado que alguns donos de boate e organizadores de eventos (alguns(mas) chegaram a ser presos) estariam envolvidos no tráfico. Aos poucos as "otoridades" começaram a pressionar donos de estabelecimentos. Acredita-se que rola a brasileiríssima prática da propina, e boates começaram a contratar seguranças privados para revistar - de maneira bem porca, verdade, como toda fiscalização neste país - os cidadãos na entrada dos eventos e casas noturnas. Em algumas casas, chega-se a arrombar portas de banheiros para ver o que a pessoa está fazendo no reservado e mesmo a "autuar" pessoas pegas pelos seguranças particulares com drogas na pista. Na maioria das vezes, as drogas "apreendidas" são usadas pelos próprios seguranças privados e/ou vendidas. Não cremos que haja registros na polícia de entrega de drogas por boates, mesmo as da capital que chegam a ter capacidade e freqüência de milhares.

Nosso entendimento - e abaixo arrolamos as devidas considerações legais - é de que essas ações (as dos agentes privados de segurança, não das Polícias) são ilegais e ferem os direitos fundamentais do cidadão, garantidos pela Constituição Federal de 1988. Ninguém é obrigado a nada, a não ser em virtude de lei, inclusive a deixar-se revistar por seguranças particulares. Estes por vezes grossos, por vezes preconceituosos, e que inclusive chegam a apalpar genitais de maneira abusiva, causando incomodo, na desculpa da "revista".

Aliás, apesar de a Constituição Federal e o Código Penal proibirem as tais revistas, como muitas outras coisas, os brasileiros vão se acostumando com as ilegalidades sem maiores qüestionamentos. Consideramo-as invasivas, ilegais e ineficazes.

Sim, porque a revista do modo como ocorre atualmente, na maioria das casas noturnas, não têm qualquer eficiência. Afinal, quem quiser entrar com uma arma branca, ou até mesmo de fogo, consegue facilmente passar pelos "Leões de Chácara". E isso vale também para a questão de entorpecentes, ou alguém verifica as costas, meias e cuecas dos frequentadores? Sem falar de dealers que colocam drogas dentro de preservativos e entram com a referida mercadoria no ânus, por mais nojento que possa parecer. TUDO pelo lucro.

Alguns lugares usam detectores de metais, tornando um pouco mais eficaz a segurança, mas não menos humilhantes. Se atualmente os policiais sequer podem fazer revistas imotivadas e usar algemas quando não há risco de agressão ou fuga, como podem seguranças privados, muitas vezes sem a devida autorização da Polícia Federal, bulinarem os clientes.

Não podemos esquecer o fato de a maioria dos problemas relacionados a segurança atualmente envolve muito mais o furto ou roubo de celulares, carteiras e objetos pessoais, sem a necessidade portar qualquer arma, do que brigas entre os freqüentadores. Estes fatos inclusive têm sido peremptoriamente ignorado e abafado pelas casas.

Quanto a droga eventualmente encontrada com os clientes, a casa deve ser clara quanto ao que fazer, devendo conter avisos na entrada e no "site" de internet sobre qual a sua conduta. A esperada é avisar a polícia e entregar a droga e o usuário ou "dealer" para a autoridade policial tomar as devidas providências legais. Mas as empresas não vão atuar dessa maneira, pois, os clientes usuários de aditivos passariam a ir em clubes mais permissivos.

É estranho os relatos de abusos dos seguranças ocorrerem normalmente em lugares onde é publico e notório o abuso de drogas. Raramente algo é feito pela casa noturna para tentar amenizar o problema.

Incomum atitude como a do Royal, que não só usou da sua segurança para interceptar uma quadrilha, como chamou a polícia e prestou todas as informações para a imprensa, causando uma ótima impressão para o lugar, afinal, lá se você sofrer algum problema, contará com assistência devida. Detalhe: no Royal a revista é bem meia-boca. Não só lá, mas na maioria das baladas hétero "premium".

Essas atitudes dos seguranças, ferem várias normas legais, tanto no campo constitucional como no âmbito do direito penal.

O artigo 146 do Código Penal, trata do crime do constrangimento ilegal, onde a conduta típica é obrigar a vítima (cliente) a fazer ou não fazer algo, violando a sua vontade. A ilicitude não se enquadra quando a coação está amparada pelo direito, porém, é ilícito quando destinado a impedir um ato imoral que não seja ilícito.

Aqui se incluí a questão de levar a pessoa para fora da casa por estar "alterada" ou por ser flagrada usando drogas (lembrem, o uso não é proibido em nossa legislação) ou até mesmo, no caso de baladas hétero, quando expulsam um casal gay por estarem se beijando.

Também se enquadra a questão da revista pessoal, onde se obriga o cliente a ser apalpado, muitas vezes de forma constrangedora, chegando até a causar dores físicas, principalmente nos homens, quando sobem a mão pelas pernas até a virilha.

Outro artigo infringido com certa freqüência é o que trata de seqüestro e cárcere privado, o 148 do Código Penal.

Para se praticar o crime, basta privar alguém da liberdade, separando a vítima de sua esfera de segurança ou a colocando em confinamento. Mas também pode ser cometido por omissão, não deixando sair de um local onde se encontrava licitamente.

Essa prática é comum quando a pessoa perde a comanda e se recusa a pagar o valor exorbitante cobrado, ou mesmo quando se discute os valores lá cobrados, comum de ocorrer em sistemas informatizados, quando um funcionário erra o número do cartão.

Nesses casos, o confinamento do cliente é crime.

Porém, não se pode confundir a questão quando a pessoa não tem dinheiro para pagar o que consumiu, quando a questão se inverte e então o consumidor é quem comete o crime previsto no artigo 176, tendo então de ser chamada a polícia, para se resolver o caso na Delegacia.

Já se tiver dinheiro para efetuar o pagamento, mas estiver contestando algo, o estabelecimento não poderá efetuar qualquer retenção ou ameaça. Poderá, entretanto, chamar a polícia e caso não cheguem a um acordo, discutirem a questão no Poder Judiciário.

Fica para pensarmos e decidirmos qual a atitude correta a tomar como cidadãos, independente de julgamentos sobre uso ou não de drogas. Isso é decisão de cada um e quem for flagrado por agente policial sofrerá as sanções legais.

Fica a dica para as boas casas contratarem assessorias jurídicas competentes, e, de preferência, acatar as recomendações das mesmas.

E aos clientes: exijam seus direitos.

sábado, 1 de novembro de 2008

notinhas

Fuerzabruta

O espetáculo é muito bom e a versão Boys In The Pool então é de deixar qualquer um com água na boca, quando a piscina desce até a platéia com os caras deliciosos separados apenas por uma lona plástica.

O público era em sua maioria de gays, mas não era o público da The Week, apesar da parceria. Um pessoal bonito, mas puxando um pouco mais para o alternativo do que para a linha barbie.

Já a balada em si não pegou muito. Durou um bom tempo, mas era muito claro, parecendo festa organizada pela mãe no salão do prédio. Acabamos indo para a Bubu, que como sempre, estava abarrotada.

Clonagem


Pelo visto voltou a onde de clonarem cartões de crédito. Há pouco mais de um mês clonaram meu Mastercard do Unibanco, depois o da minha mãe e no mês passado meu Visa também do Unibanco. Nesses casos rolou apenas tentativa, porque o sistema anti-fraude do Unibanco detectou antes de efetuarem as compras.

Já o do HSBC falhou. Nessa semana clonaram o cartão e um infeliz gastou quase 7 mil reais em uma loja de parafusos. O sistema do HSBC é tão Premier que somente ligaram para confirmar depois da compra efetuada e até agora ainda consta na fatura. Será que terei um processo pela frente?

Outra pergunta. Quem gasta 7 mil em uma loja de parafuso? Acho que se gastassem mil já era para bloquearem a compra e solicitar que ligassem para o call center. Até porque esse cartão não é usado há alguns meses.

Melona

Já provou Melona?

Não? Então invista nele. Serão os R$ 4,00 mais bem gastos da sua vida (na Liberdade e Bom Retiro você consegue por menos). Ficadica!

terça-feira, 28 de outubro de 2008

força bruta na semana


Muitos de vocês já viram o espetáculo Fuerzabruta. Ainda não vi, mas os amigos dizem ser impossível sair de lá indiferente. Uma coisa assim, ame ou odeie.

A maioria tem gostado, e bastante.

Já faz um tempo que estava rolando uma promoção entre eles e a The Week, onde os clientes da casa noturna falavam a palavra mágica e ganhavam 30% de desconto nos ingressos, inclusive na meia entrada.

Agora, a parceria se estreitou e estão fazendo uma noite especial, agora na próxima sexta-feira, dia 31 de outubro, onde o Morais abre a pista, se inicia o espetáculo, tendo apenas atores homens, e volta o Pacheco para deixar a galera se remexendo no Vila Lobos até altas horas.

Como se isso tudo já não fosse um atrativo diferencial, quem passar por lá na sexta, ganha VIP para a The Week no sábado, bastando apresentar o canhoto do ingresso.

Só está falhando um alerta maior por parte da Ticketmaster, porque apesar de a censura para sexta ser, excepcionalmente de 18 anos, pelo menos para quem compra pela internet, não tem um aviso muito claro sobre o que se espera no dia, apenas se entrar em um link que diz para saber mais.

Acho legal prestigiar para que rolem mais algumas coisas do tipo. Apesar de ser contra segregação, por um lado, assistir a um espetáculo assim com um namorado/marido/date e poder ficar avonts, sem ter de se segurar para demonstrar um carinho com o parceiro deve ser bem legal, afinal, esses eventos em sua maioria são dominados por héteros e famílias e dois homens de mãos dadas ou se abraçando já chama a atenção e geram comentários.

Se essa iniciativa der certo, é bem capaz que outras assim ocorram. Ponto para o Almada e para o Fuerzabruta.

Serviço:
"Fuerzabruta - Boys In The Pool"
Quando: 31 de outubro, 24h (22h, apresentação do DJ Morais)
Onde: Parque Villa Lobos (av. Queiroz Filho, s/nº tel. 0/xx/11/2846-6000)
Quanto: R$ 150,00 e R$ 75,00 (meia entrada) - com a palavra mágica por favor FBWK30 os preços caem para R$ 105,00 e 52,50

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

good news

Vendas de casas novas nos EUA ficam acima do esperado em setembro.

O estopim da crise foi o mercado imobiliário, e com a retomada do crescimento do mercado de casas novas, tudo indica que as coisas tendem a melhorar lá pelas bandas de cima e por conseqüência aqui também.

Aliás, segundo Octavio de Barros, diretor do departamento de pesquisas econômicas do Bradesco, quando os mercados voltarem a raciocinar, ao término da "armadilha da liquidez", o Brasil será um dos países com o mais diversificado leque de oportunidades de negócios com grande potencial de crescimento.

Isso porque as empresas são sólidas e estão valendo uma pechincha. A BM&F Bovespa por exemplo, vale pouco mais de 4,5 bilhões de dólares, sendo que tem em caixa 1,2 bilhões e em benefícios fiscais de 2,3 bilhões. Ou seja, falta lógica, pois, com 3,5 bilhões de dólares entre caixa e benefícios, uma empresa lucrativa como ela e sem passivos não tem como valer apenas 4,5 bilhões.

O mesmo vale para quase todas as grandes empresas brasileiras, desde que não estejam atoladas em derivativos ou dívidas em dólar. Mas com as temporadas de divulgações, logo se saberá quais são essas infelizes.

domingo, 26 de outubro de 2008

e o prefeito é kassab!

Nada como uma boa notícia em um final de domingo. Vou até aproveitar mais o feriado de amanhã (para quem não sabe, o dia do servidor foi antecipado).

E deixo vocês como uma exclusiva do Kassab para o Reinaldo Azevedo.
KASSAB: ENTREVISTA EXCLUSIVA: “VITÓRIA DO TRABALHO E DA PLURALIDADE”
Tão logo a petista Marta Suplicy reconheceu a derrota, falei com o prefeito reeleito Gilberto Kassab (DEM). Para ele, a sua eleição significa o reconhecimento da boa gestão, mérito que ele faz questão de dividir com o governador José Serra. Pergunto a Kassab se ele acredita que o resultado de 2008 antecipa as eleições de 2010. Ele nega, mas reconhece a importância do resultado em São Paulo: “[a eleição] reforça um dos principais aspectos da democracia: a alternância do poder. E demonstra ser falaciosa a tese de que só alguns partidos ou algumas pessoas têm o monopólio do bem e da verdade. Não é assim. A democracia é mais complexa do que isso. O Brasil sai ganhando com a pluralidade.” Segue a íntegra da entrevista:

Prefeito, diga sinceramente, o Sr. esperava vencer essa disputa?
É claro que achava possível vencer porque, afinal, confiava e confio no trabalho que fizemos. Mas uma eleição tem muitas variáveis. Agora, não tenho dúvida de que a nossa grande força foi a administração da cidade nesses últimos quatro anos. Fiz, em parceria com o governador José Serra, a gestão mais bem avaliada desde que existem pesquisas medindo isso.

Em algum momento chegou a duvidar da vitória?
Eu sempre tive os pés no chão. Nunca fui arrogante, dizendo que a vitória era líquida e certa. Eu acredito em trabalho. Olhe a história dessas eleições e você verá que nós fomos crescendo nas intenções de voto de forma contínua. A cidade é muito grande. Nem sempre os moradores de uma região sabem o que estamos fazendo nas outras. O segredo desta eleição foi informação. Quando os paulistanos foram plenamente informados do que ocorria em toda a cidade, fizeram a sua escolha.

O Sr. esperava tanta baixaria na campanha?
Sinceramente, não. Como sempre jogo limpo, tendo a achar que o adversário faz o mesmo. Paciência! O eleitor de São Paulo deu a sua resposta nas urnas. E ela não poderia ser mais clara: escolheu o trabalho e rejeitou a baixaria.

O governo federal chegou a mandar uma espécie de Força Nacional do Petismo para São Paulo. O governo Lula participou bastante da campanha de Marta. Lula perdeu a eleição aqui?
Prefiro dizer que a população de São Paulo ganhou. O presidente não disputou a eleição. Quem perdeu a disputa foi a candidata Marta. Se eu tivesse perdido, o governador José Serra, que me apóia, não seria o derrotado. Quem ganha ou perde eleições são os candidatos.

O Sr. não acredita, então, que se trata de uma prévia de 2010?
Não. O eleitor votou nas 110 AMAs, nos dois hospitais, no maior programa de asfaltamento de ruas da história da cidade, no Remédio em Casa, no fim das escolas de lata, nas duas professoras em sala de aula etc. O eleitor votou na melhoria dos serviços e da administração. Mas é claro: ele sabe que quem fez esse bom trabalho foi a parceria entre o PSDB e o DEM.

Essa vitória não tem, então, nenhum significado maior?
É claro que tem. Reforça um dos principais aspectos da democracia: a alternância do poder. E demonstra ser falaciosa a tese de que só alguns partidos ou algumas pessoas têm o monopólio do bem e da verdade. Não é assim. A democracia é mais complexa do que isso. O Brasil sai ganhando com a pluralidade.

Qual é o futuro do político Gilberto Kassab?
Administrar bem a cidade de São Paulo e fazer uma gestão que coloque os interesses dos paulistanos acima das miudezas. Espero que o PT colabore para que a vitória, de verdade, seja do paulistano.

E parece que vai ter festinha por perto do Clube Pinheiros. Arraza Kassab!

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

ups, marcha errada


Nada como confundir o R com o D, perceber rápido que fez merda, frear e com isso aumentar ainda mais o tamanho da cagada.

A dona da arte aí de cima é uma querida e ocorreu lá na várzea Hípica de Santo Amaro, nos seus bastidores, onde os caminhões atracam para descarregar os cavalos.

Me arrependo horrores de não ter presenciado o fato no dia. Ainda bem que existem boas almas com máquinas fotográficas para eternizar tal momento.

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

fervendo

Porque por mais que o povo tá tudo tirando sarro da bicha muda por aí, ela tem um macho para chamar de seu:



E passado com a noite de Juazeiro. L, devia ter embarcado com você anteontem para sair burning por essas bandas.

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

façam suas reservas


A loja de moda masculina Reserva chega ao Shopping Iguatemi de São Paulo.

Agora os cariocas não vão mais poder nos tombar (além de correrem o risco de encontrar com um paulixxxta usando o mesmo modelito viu Gui).

Ah, logo mais abre outra loja por aqui, no Market Place. Pelo visto estão vindo com tudo para cá.

terça-feira, 21 de outubro de 2008

toc, toc, toc


Toc, toc, toc,
Bate na madeira.
Dona Marta outra vez?
Nem de brincadeira.

Quer escolher um candidato pelo racional, responda as perguntas deste meu post. Prefere seguir a moral e os bons costumes, responda as perguntas que estão lá no Jayme.

A foto é só para constar que Dona Marta também já foi bem amiga do Maluf. Caso o problema fosse esse, parece que ela e Kassab estão empatados.

Vamos levar São Paulo no Rumo Certo!

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

CSI AOIHS - GCT Final


Nada como ter um nome de peso para dominar até mesmos os europeus. Agindo com a mão pesada e vetando a participação de cavalos brasileiros, Athina Onassis conseguiu manter o brilho do espetáculo da sua competição.

Para evitar quarentena de 6 meses, participarão das competições apenas os cavalos que vieram da Europa e estes vão ficar isolados, não tendo contato com nenhum cavalo local.

A melhor prova acontece no sábado às 15:30, mas qualquer uma será boa de se ver, até porque a premiação mais baixa, de 20 mil euros, bate qualquer premiação de prova nacional.

A novidade foi a participação de Rodrigo Pessoa. Ele estava vetado pela Federação Eqüestre Internacional, mas conseguiu uma liminar no Rio de Janeiro para poder competir.

Hoje quem ganhou 50 mil euros foi o meu xará Ludo Phillippaerts, montando Theo Vanderheijden e faturando o primeiro lugar da Pamcary Class.

Dos 45 cavaleiros inscritos, os meus preferidos são:
Jos Lansink, Doda, John Whitaker, Nick Selton, Marcus Ehning, Meredith Michaels Beerbaum, Ludo Phillippaerts, Luciana Diniz, Ludger Beerbaum, Rodrigo Pessoa, Felipe Guinato, Hugo Simon, Michael Whitaker.

Alguns deles já tem mais de 50 anos e continuam arrasando nas pistas. Mas infelizmente não há atualmente nenhum conjunto perfeito como eram os formados pelo Ludger com a Ratina Z, Hugo com o ET e do Rodrigo com o Lianus (que na minha humilde opinião, dava de 10 no Baloubet, principalmente em provas outdoor).

PS: Na foto é a Athina montando AD Welcome du Petit Vivier hoje cedo.

terça-feira, 14 de outubro de 2008

responda antes de votar

- Que partido foi pego extorquindo bicheiro?
- Que partido promoveu o mensalão?
- Que partido foi pego com dólares na cueca?
- Que partido foi flagrado com uma mala de dinheiro tentando comprar um dossiê falso para fraudar uma eleição?
- Que partido usou a Casa Civil para montar um dossiê contra adversários políticos?
- Que partido promoveu a quebra ilegal do sigilo de um pobre caseiro?
- Que partido mantinha em Brasília uma casa de prazeres & negócios, onde São Jorge costuma ser exibido de ponta-cabeça?
- Que partido tem algum figurão cujo filho recebeu R$ 10 milhões de uma empresa concessionária de serviço público, de que o BNDES é sócio?
- Que partido recebeu dólares de Cuba?
- Que partido recebeu recursos das Farc?
- Que partido deu a Petrobras de presente para um índio de araque?
- Que partido endossa os regimes de força da Bolívia, da Venezuela e do Equador?
- Que partido mudou uma lei só para beneficiar uma empresa gigante da telefonia?
- Que partido tentou instaurar a censura no país?
- Que partido puxa o saco de tudo quanto é ditadura no mundo?
- Que partido deu emprego para a mulher de um narcoterrorista?
- Que partido apóia uma organização narcoterrorita enquanto trata a pontapés o país que os terroristas ameaçam?

Isso vale para as eleições de segundo turno de todo o Brasil.

Pense antes de votar, independente de o candidato ser homem ou mulher, branco ou negro, hétero ou gay, santa ou puta.

PS1: Perguntas inspiradas em post do Tio Rei.
PS2: Antes de me xingarem, sou de direita mais sou bacana tá!

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

não é feitiçaria

E não é que tem um maluco ensinado a ficar sarado em casa, gastando 10 minutos por dia:



Será que funciona ou periga se sair voando pela roça?

pá de cal

O Alckmin conseguiu se diminuir nessas últimas eleições. Ao invés de ficar quieto no seu canto e apoiar desde o princípio uma chapa DEM-PSDB e voltar a ser Governador de São Paulo daqui dois anos, ele preferiu jogar uma pá de cal em sua carreira política.

Agora é a vez de Marta seguir para o mesmo caminho.

Começou a sua campanha de forma suja e mesquinha, mostrando ser uma hipócrita de segunda, que só apóia a causa LGTB para angariar votos, pois, em seu comercial faz insinuações sobre a sexualidade de Kassab.

Ela pergunta se ele é casado e se tem filhos?

Ora, todos os eleitores estão cansados de saber disso então onde ela quer chegar? Óbvio que na sexualidade do atual Prefeito.

Assim, ela especula a sexualidade do Kassab e se não bastasse, dá entender que ser homossexual é algo ruim.

Peço licença para transcrever, mais uma vez, um trecho do sempre brilhante Reinaldo Azevedo, quando tratou do assunto em um post mais cedo:
Kassab, acreditem, não está sendo pessoalmente atingido. Mas todos os gays do país estão. Marta quer lhes cassar a cidadania com uma campanha covarde e homofóbica, que nem mesmo ousa dizer seu nome. Justo ela, que iniciou a sua carreira política fazendo proselitismo entre os homossexuais. Mais uma farsa se revela — ou uma “bravata”, para usar expressão do presidente Lula: os gays serviram para dar visibilidade a Marta Suplicy. Agora, se preciso, ela os manda para a fogueira para conquistar os votos evangélicos. Foram usados e agora são jogados fora.

Sempre me criticaram por falar que a Marta só falava e nunca atuava quando o assunto era LGTB, haja visto que nada fez pela cidade quando foi Prefeita. Agora estão vendo quem é a Marta de verdade.

Não bastasse, ainda recebeu criticas do seu ex-marido, Eduardo Suplicy e agora vamos aguardar a decisão do TRE sobre o assunto, uma vez que estão tentando proibir esse comercial.

Paralelamente, o DEM está fazendo uma pesquisa de opinião pública para ver se o Kassab rebate ou não as picuinhas da Marta.

Eu espero que ele não se rebaixe, mas ao mesmo tempo adoraria que ele saísse do armário e ainda assim arrebentasse nas urnas, mas não deve ser desta vez.

Kennedy Alencar também trata do assunto, assim como o blog Campanha no Ar da Folha de São Paulo, além de vários outros blogs.

Tomara que assim como a carreira política do Alckmin se foi nessas eleições, poderia a da Marta ir junto pelo ralo.

Como disse o Celso, São Paulo é Kassab, tia e não se fala mais nisso.

domingo, 12 de outubro de 2008

pescotapa bem dado

Porque tolerância zero com desafinados vem de berço.

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

parada não é só balada

Voltando com a séria acima, uma boa notícia brinda a chegada da Parada LGBT do Rio de Janeiro:

Justiça autoriza casal gay a adotar irmãs em Recife

A sentença é inédita no Brasil, e se nenhum promotor espírito de porco recorrer, será um ótimo precedente, pois, mesmo trazendo alguns preconceitos (o prazo hétero de observação é de 2 meses e o do casal gay foi de 1 ano) já é um grande avanço.

Só para lembrar, não se esqueçam de assinar o abaixo-assinado contra a homofobia, tema da parada carioca.

Quanto as festividades, se jogue sempre com camisinha e usando utensílios descartáveis.

mágoa?

“Meu pior pesadelo seria me transformar em Madonna"


Essa frase foi dita pela emo loira Robyn depois de ter aberto alguns shows da tia pela Europa.

O motivo de tamanha mágoa se dá pelas ordens dadas pela Madonna para que a Robyn e o seu staff não se aproximassem dela ou tirassem fotos. Detalhe, foi a própria quem convidou a sueca, pessoalmente, para participar dos shows.

Você pode até não saber quem é Robyn, mas certamente muito cabelo já bateu ouvindo a magoada:

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

arrasa leo kret

Muito já se falou sobre as eleições e sobre nenhum político LGTB ter conseguido algum cargo aqui em São Paulo (pelo menos não assumido).

Mas lá em cima, as coisas foram diferentes. Não faço idéias das propostas de Léo Kret, e tampouco sei se foi um voto de protesto, mas agora Alecsandro de Souza Santos é vereador e já chega causando.

Por ser do sexo masculino, o regimento interno obriga o uso do terno, porém, Léo já mandou avisar: "Sou vereadora. Fui eleita como mulher. É assim que os eleitores querem me ver. Vou me vestir como sempre e usar banheiro feminino." Como ela mesmo diz, é muita fechação."

No YouTube existem vários vídeos dela e para ver a força da trava, até com Ivete Sangalo ela já dançou. Não só dançou como ganhou um pagodinho feito pela própria:


E aqui um vídeo dela com seus dançarinos cafuçús do bem:


Começando a pensar em ir para Salvador, na inauguração da nova loja do Outback, só para dar um pulo na Barraca Arruda e ver um show dela ao vivo. Alguém topa me acompanhar?

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

tag: casamento



E lá vou eu dar mais dinheiro para a tia Cleusa!

terça-feira, 7 de outubro de 2008

o dólar tomou viagra?

E esse dólar que não para de subir. Acabou de fechar em R$ 2,3120.

Fico em uma sinuca de bico. Para alguns clientes, o dólar explodindo é uma maravilha, já para outros, é sinal de complicação na certa.

Ainda bem que não fiz encomendas para amigos e parentes que estiveram em NY e Miami em setembro, porque o cartão iria chegar por esses dias, e ninguém gosta de comprar uma algo por um preço e depois pagar mais de 30% por ela.

Está chegando a hora de vender os dólares e entrar na bolsa?

sábado, 4 de outubro de 2008

open bar

Para quem ainda não ficou sabendo, em São Paulo não vai haver Lei Seca nessas eleições graças a uma liminar conseguida pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de São Paulo - Abrasel-SP.

Bom para quem pretende sair, porque balada só com água e coca light não dá.

Mas não se esqueçam: beber sempre com moderação!

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

esse tem café no bule

Tem gente por aí usando uma calça de 4 dígitos, uma camiseta de 3 e comendo hambúrguer de 2 achando tem muita bala na agulha por seus gastos extravagantes.

Tahbouaneh? Quando puder fazer como o Helinho e a Katiucia Castro Neves, aí sim vai poder mostrar que tem café no bule.

Para quem não sabe, eles foram presos acusados de burlar o fisco americano e tiveram de pagar fiança de 10 e 2 milhões de dólares, respectivamente, para responder o processo em liberdade.

Detalhe, a suposta fraude ao IRS foi de 5,5 milhões de dólares, menos da metade do que foi pago na fiança. Aqui no Brasil, um caso assim ia ter uma fiança irrisória, que daria até para pagar em cash, sacando o dinheiro em um caixa eletrônico.

Mais detalhes na Folha e Estadão.

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Sorria, meu bem. Sorria...

Vai sair na Folha de hoje, mas o Lauro Jardim já adiantou:

A pesquisa do Datafolha que a Folha de S. Paulo publica amanhã vai mostrar que Geraldo Alckmin ficou definitivamente para trás na corrida eleitoral em São Paulo. Mais: pela primeira vez, Gilberto Kassab aparece vencendo Marta Suplicy no segundo turno.

Aos números:
*Marta Suplicy, 35% (menos 2 pontos percentuais em relação à pesquisa divulgada sábado).
*Gilberto Kassab, 27% (mais 3 pontos percentuais em relação ao dia 27)
*Geraldo Alckmin, 19% (1 ponto a menos).

No segundo turno, a pesquisa crava a vitória de Kassab contra Marta: 49% contra 45%. Tecnicamente, entretanto, é um empate: a margem de erro é de dois pontos percentuais para cima ou para baixo.

José Serra deve estar sorrindo de orelha a orelha.

É Kassab Prefeito, 25 no peito, nesse a gente confia!

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

vergonha - mormo em São Paulo

Para quem acompanha o meio eqüestre, está sabendo que há alguns dias foi contatado, em Santo André, um caso de mormo.

Pois bem, mormo é uma doença infecto-contagiosa dos cavalos, burros e mulas e se, cura. Ela se manifesta por um corrimento viscoso nas narinas e a presença de nódulos subcutâneos nas mucosas nasais, nos pulmões e nos gânglios linfáticos. Quando detectada a doença, o animal precisa ser sacrificado. E aí está o problema de uma eventual epidemia.

Erradicada em toda a Europa e demais países civilizados, não havia há 40 anos qualquer registro de mormo no Estado de São Paulo. No Brasil, se encontravam casos isolados, por vez ou outra, no Norte e no Nordeste, mas não nos grandes centros.

Caso não se lembram, em duas semanas se iniciaria o CSI São Paulo Athina Onassis International Horse Show, que esse ano será a final do Global Champions Tour, cuja premiação, apenas na etapa de São Paulo, ultrapassa o milhão de euros.

Será a prova de hipismo com a maior premiação da história do Brasil e isso reunirá grandes ginetes e seus cavalos de milhões de euros, como Nick Skelton, Meredith Michaels-Beerbaum, Marcus Ehning, Luciana Diniz, Ludo Philippaerts, além dos brasileiros Doda, Rodrigo Pessoa e Bernardo Alves entre outros.

Se já era difícil convencer os proprietários a liberarem os seus cavalos para saltarem nos trópicos, em um pais onde até a água os cavalos gringos estranham, imagina com uma situação dessas, onde seu precioso correrá riscos de ficar preso e quiça ser sacrificado, caso venha a ter contato com algum animal com essa doença.

Sim, a notícia está correndo o mundo e todos estão apreensivos. Sexta-feira, enquanto o Almada recebe o título de cidadão paulistano, vai rolar uma reunião do Ministério da Agricultura da Comunidade Européia para determinar se vão liberar ou não os animais.

Por ora, apenas a data está alterada, atrasando o evento em uma semana, desde que a Europa libere o retorno dos animais sem maiores delongas.

A Hípica Paulista montou um plano de ação para garantir o isolamento de todos os cavalos que virão da Europa, garantindo assim a preservação deles, causando a ira no pessoal daqui, pois, TODAS AS PROVAS NACIONAIS foram canceladas e somente poderão participar do concurso cavalos vindo da Europa.

Tudo indica que deverá haver alguma quarentena quando os cavalos retornarem para a Europa. O prazo dele irá influenciar na decisão de embarcarem para cá. Assim como a segurança a ser passada para os proprietários. Talvez um bom seguro resolva isso.

De qualquer maneira, o evento acaba perdendo um pouco do seu brilho e o Brasil, mais uma vez, demonstrando ser um país amador com relação ao controle dos seus animais (além de claro, deixar os sócios da hípica ainda mais putos com tudo isso, porque não vão poder sequer dar pinta nas pistas).

fogo no rabo

Lembra quando era pequeno e sua avó sempre perguntava se havia sentado no formigueiro, quando não parava quieto?

Pois então, ela te via assim, como essa figurinha estranha (mas com muito glitter) do clip Midnight Madness feito pelo The Chemical Brothers, que parece estar com fogo no rabo:



E que o ETzinho mora longe. Adoro!

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

it´s not a bag, it´s a birkin

E não é que Donata Meirelles fechou, para a inauguração da Hermès de São Paulo, em março de 2008, a importação de 100 Birkin Bags.

Os preços devem bater com os lá de fora, ficando em uma média de R$ 30.000,00, pois, o tamanho e o material influenciam.

A lista de espera ainda não está aberta, mas claro que as dasluzetes já podem começar a mexer os seus pauzinhos.

Não reconhece uma Birkin?

A básica, que custa U$ 7.500,00:


A de couro de crocodilo, que custa U$ 30.000,00:

Os preços são das compras feitas diretamente na Hermès, com ou sem fila. Agora se não quiser esperar, o Créateurs de Luxe e o Luxwear têm a pronta entrega, cobrando um pequeno over.

Termino com a famosa cena de Sam Jones e Lucy Liu do Sex and the City (só achei essa versão em italiano):

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

pode?

Mais de 91% da atividade dos vereadores de São Paulo é considerada irrelevante pela ONG Transparência Brasil.

Entre os projetos aprovados considerados irrelevantes estão os que instituem o Dia do Atleta de Sinuca e Bilhar, Dia do Jornalista de Bairro, Dia do Anão e Dia do Esporte de Dardo.

Cada vereador pode contratar até 18 assessores para povoar seu gabinete, gastando até R$ 71,564,92 por mês em salários para essa finalidade. Com isso, e contando outros indivíduos que são contratados pelas lideranças partidárias, pela Mesa diretora etc., cerca de metade dos 1.824 funcionários da Casa é nomeada pelos vereadores. Além disso, cada um deles conta com uma verba de R$ 13,3 mil mensais que pode usar para custear despesas do exercício do mandato.


Portanto, pense bem antes de votar.

Chupinhado do Conjur.

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

and now, the end is near

Finalmente acabou a reforma na avenida que leva ao meu condomínio aqui na roça. Ou quase, porque ainda faltam alguns detalhes, mas pelo menos já dá para transitar por ela.

Já era hora, porque a qualidade do asfalto estava péssima. E com a obra (que durou 4 meses), era preciso desviar o caminho pela rua da hípica e o carro ficava uma poeira só ou todo enlameado.

Agora vamos ver se o povo coloca a mão no bolso para reformarem a portaria e adequar ao projeto viário feito pela Prefeitura e assim se adequar ao nível dos meus vizinhos celebridades.

Espantado? Além do Prefeito, sou vizinho aqui na roça celebridades como a rainha do rock, a rainha do domingão, o antigo rei do domingo e até de um mensaleiro.

E também já tive ex-vizinhos igualmente ilustres, como a rainha do rebolado, o aspira 08 e até uma integrante do bando de puta e viado que tem lá no TDUD?.

Esse pessoal não pode ficar com uma simples cancelinha.

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

agora são paulo já sabe...

...pra fazer do jeito certo, o Prefeito é Kassab!

E adorei o adesivo não oficial que os kassabistas estão usando e os alckmistas já correram atrás de liminar para brecar a distribuição.



O mais legal é que não vai dar em nada, porque esse adesivo não é oficial e ainda existe liberdade de expressão no Brasil.

oi? já ouviu falar em hacker?

De que adianta apreender HDs, conseguir liminar para acessar dados sigilosos, se o setor de inteligência da Polícia Federal não consegue sequer quebrar a senha de acesso.

E ainda ter coragem de dizer que vão precisar de um ano para desvendar a criptografia.

Vergonha alheia da PF e seus arapongas fajutos.

Fora a questão da parede falsa no apartamento do Daniel Dantas em Ipanema. Os caras estão acostumados com armários Bartira e ficam abismados ao verem um Ornare embutido com portas de correr, achando se tratar de uma parede falsa.

DD deve estar rindo alto hoje.

Duvida? Leia na Folha hoje.


PS: Não sei se o armário é da Ornare, mas como seus móveis são puro glamour e o Schattan também já passou pela PF achei que super combinava a citação.

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

bloomin´ day


Hoje rola no Outback o 5º Bloomin' Day, onde toda a renda obtida com a venda da sua magnífica mega cebola empanada, a Bloomin´Onion, é revertida para instituições de caridade, se abatendo apenas os valores dos impostos.

Sou suspeito para falar de Outback, pois, gosto da comida de lá desde 1991, quando experimentei pela primeira vez nos confins da Florida e me viciei.

Depois aqui em São Paulo fui waiter por um mês na unidade do Eldorado, quando a loja abriu aqui em São Paulo e até hoje tenho amigos por lá.

A campanha vale para todas as unidades no Brasil, e a meta é arrecadar mais de R$ 25.000,00, segundo o seu Salin, um turco muito fofo (mas bravo quando necessário) que é quem manda por lá.

Boraê pessoal!

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

KYLIEX2008

Já que com a tia foi aquela palhaçada, o jeito é se jogar na Kylie.

Abriu hoje a pré-venda para clientes Citibank. Diferentemente da Madonna, tudo está caminhando perfeitamente. Provavelmente o fuá com a tia se deu porque o patrocínio era do Bradesco (que está cada vez mais ajudando a levar a marca American Express para o buraco).

As vendas ocorrem na Ticketmaster e seus pontos de venda.

Copacabana


In My Arms


Update:
Já estou com meu ingresso em mãos. E dos amigos também. Vai ser renda!

terça-feira, 16 de setembro de 2008

more rehabs

Já faz um tempo que venho visitando alguns blogs com certa freqüência, mas a falta de tempo, aliada a um pouco de preguiça e muita jogação com esses cariocas que estão batendo ponto por aqui todo final de semana, acabei postergando ma lá vão (em ordem alfabética para não criar climão depois):

Blogy* do Mans, do André Mans - blog sobre tuydo, porque com Y é mais chique.

Casa de Luanda, de X - um blog que relata a vida em Luanda.

Chato no Ar, do Daniel - atualizado sempre e com informações variadas e muita música boa.

Fast Love, do queridíssimo Goiano - com sua visão romântica sobre a vida, mas com pitadas caliente na medida certa.

G Cliche, do Klero - textos envolvendo os mais diversos assuntos e que muitas vezes causam momentos de reflexão.

O Homem é uma Ilha, do Douglas Mendes - mais um carioca fervido que conheci pessoalmente lá no Rio.

MCQB, do Venenoso - adoro o título, uma balada no centrão de São Paulo, que infelizmente fechou antes de ter a oportunidade de conhecê-la.

Passado com o Brasil, do Pavinatto - colega que conheci pessoalmente antes do blog.

Passageiro do Mundo, do Marcos Freitas - blog com posts variados, mas sempre com alguma ligação LGBT e deliciosos de se ler.

Leio outros blogs, mas esses daí eu gostei de partilhar com vocês. Até o final do mês eu acrescento mais alguns.

sábado, 13 de setembro de 2008

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

the fox in the snow

Kid in the snow, way to go
It only happens once a year
It only happens once a lifetime
Make the most of it
Second just to being born
Second to dying to
What else could you do?




Está no meu top list entre as músicas para se ouvir quando de está em depressão.

Não consigo ouvir sem chorar e tampouco chorar sem ouví-la. Foda.

Apesar disso, ela reconforta muito. Principalmente quando se bate aquele aperto no peito, com a emoção se sobrepondo sobre a razão e dificultando uma importante tomada de decisão. Foda, foda, foda.

Vou ver Canções de Amor, até porque o aperto aí de cima não envolve relações amorosas (no sentido bíblico da coisa).

terça-feira, 9 de setembro de 2008

madonna, dec 21, 2008, sao paulo, br, morumbi stadium

Li na Lelê Saddi que o pessoal tava pensando em ver o show da tia lá em New York e fui então no site oficial para ver se tinham abetos novos shows quando me deparo com isso:



É isso mesmo macaca, o show extra da Madonna em São Paulo está confirmado!

Só espero que a Time 4 Hell não estrague tudo novamente, porque no extra do rio, era para ser divulgado hoje como seriam as vendas mas adiaram novamente.

De qualquer maneira, já vou deixar minha avó de sobreaviso.

Duvida, clique aqui e veja com seus próprios olhos.

Update!

A T4F divulgou há pouco como serão as vendas. Para o Rio inicia no sábado dia 13 e para São Paulo no domingo dia 14. Em ambos à meia-noite e nos telefones (11) 4005-1525 e 4004-1007. Nas bilheterias do Anhembi e Ibirapuera somente às 6 da manhã do domingo. Sempre com os 20% de conveniência.

Como não poderia deixar de fazer a T4F já começou sacaneando, pois, a bilheteria oficial, Credicard Hall, onde não se paga a taxa de conveniência, somente será aberta ao meio dia, quando não restará mais nenhum ingresso interessante.

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

mas que final de semana agradabilíssimo!

uma pena que o tempo mudou (piada interna)

A função foi grande no final de semana.

A tensão começou na sexta, porque sabem como é, carioca na cidade é problema na certa e a pergunta que não queria calar era: qual será o da vez?

Entre as opções de sexta, escolhemos D-edge. Mesmo chegando mais de 3 da manhã, entramos vips, desfrutamos de uma mesa para nós e de uma garrafa de vodka. Lá pelas tantas começou um parrrrtiu Bubu.

Como estava por conta deles, seguimos para lá, onde fomos BARRADOS.

Ser barrado na finada Living Room, em meio a uma balburdia causada pelo povo da hípica, com direito até a arremesso de ovos, é uma coisa. Agora, ser barrado na Bubu?

Enfim, pelo menos foi só esse carma (que nem foi tão carma assim, pelo naipe do pessoal que de lá saia, foi é sorte).

É sempre muito bom estar com Gui e Dhan, pessoas super animadas e divertidíssimas. Aí junta-se com a patota paulista e não tem dj ruim para estragar o momento.

Da outra vez que estiveram aqui, a música tema foi Shakira. Desta vez, Rihanna. Qual será a próxima?

E fica aí a apresentação dela ontem, no pééésimo VMA:


Uma coisa Cruela Cruel baixou em Thriller.

domingo, 7 de setembro de 2008

the parrots and the sun

O bom de morar na roça é, depois de uma noite agradabilíssima na The Week, ser recebido em casa com papagaios voando entre as arvores e o sol nascendo ao fundo.

Adoro!

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

time 4 hell

Enquanto o povo vara a noite atrás de ingresso para a tia, a Time 4 Fun divulga seu balanço semestral, informando o lucro de pouco mais de 11 milhões de reais.

Com o show da Madonna, tudo indica que o lucro no segundo semestre será ainda maior.

Dúvidas, cheque aqui e veja os dados da empresa, inclusive os telefones da empresa. Babado!

Ah, o telefone do dono e presidente você pode no 102. Mas liga no final de semana porque esse é de veraneio.

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

um recado para time 4 hell

Chupinhei a idéia do Celso Dossi porque achei super apropriada para o pessoal da time 4 hell.

I´m going to tell you a secret

Eu já sabia que a time 4 fun não ia virar time 4 hell.

Dias atrás, estava em um almoço entre amigos e claro que veio o assunto do show da Madonna.

Entre as apostas se iria dar pau ou não, uma pessoa da mesa virou e falou:
- Ah, certeza. Conheço muito bem a empresa me que trabalho!

Houve uma confissão de que eles não estão nem aí para o que acontece, até porque no final os ingressos serão vendidos e eles vão garantir o deles.

Já estava previsto também shows extras, que tudo indica que irão ocorrer, tanto em SP como no RJ. Amanhã vou falar com tal pessoa para garantir minha pista vip e pegar mais informações.

Mas vou tentar por mais alguns minutos, afinal, sou brasileiro e não desisto nunca.

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

happy birthday to my blog

Hoje meu blog faz 1 ano!

No começo, tinha pensado em criar algo diferente, focando em assuntos picantes e fugindo do tom pessoal.

Não durou muito. Logo no primeiro mês já comecei a falar dos meus casamentos.

Ainda nesse sentido, criei um pseudônimo, afinal, era para ser um blog impessoal. Mas com o tempo comecei a conversar com o Jayme pelo msn, com o Gui pelo Gmail e quando menos se esperava, conheci Tony & Oscar em um esquenta daqueles, onde estavam Alê Lucas, Carioca, Libanesa, Lúcia, Alberto, Thiago e Alê Bessa. Ao longo deste ano, ainda tive o prazer de conhecer o Celso, o Estefânio, o Gui Sillva e o Clebs. Pessoalmente, porque o Goiano e o Leo pelo visto só no virtual (infelizmente).

Isso para ficar nos blogueiros, porque teve vários agregados que vieram com eles com quem sempre estou trocando e-mail, scrap, twitter e trombando por aí.

Apesar do pouco tempo, com alguns parece que somos amigos há anos. E não é aquela amizade de balada. Já rolaram jantares, passeios, comidinhas e, recentemente, o final de semana no Rio e logo mais, o show da Madonna.

Claro que tive um percalço no meio do caminho, por ter a língua grande e pesada, mas pelo visto, é parte da vida de um blog, pois, quase todos já tiverem de abafar um post.

Agora com as comemorações da TW, mais alegrias devo ter com os blogueiros de fora reunidos com os de SP.

E para fechar, um videozinho (tá, a música é manjada, postada em vários blogs e ficou hypada pela apple, mas a letra é bem compatível sobre esse meu primeiro ano de bolg).

New Soul - Yael Naim


E mais uma vez, obrigado aos leitores e amigos por sempre acompanharem o rehab.
;-)

domingo, 31 de agosto de 2008

time goes by, so slowly


Ok, eu sei que a música é do Confessions, mas a ansiedade está grande aqui e nessas horas o tempo passa devagar.

Sei também que logo mais abrem as vendas para o Rio e não SP, mas ela será uma prévia do que vai rolar em 2 dias com a venda dos ingressos em por aqui.

Na dúvida, vou garantir o meu do Rio, até porque, me obriga a dar uma passada por lá e ainda posso faturar algum caso resolva não ir.

Sobre SP, minha pretensão inicial é ir no dia 2. Vocês pretendem ir em qual dia? Ou nos 2?

E claro, só se for pista vip. Caso contrário vejo de casa, na Record.

sábado, 30 de agosto de 2008

prés

Hoje tem pré-estréia de Canções de Amor no Unibanco Frei Caneca e no Bourbon (já falei dele aqui).

Ao longo da semana tem a pré-estréia de Ensaio Sobre a Cegueira, terça no Iguatemi e quinta no Cidade Jardim em uma das salas VIPs. Está aí uma boa oportunidade para conhecer o tal conceito e aproveitar um bom filme (é o que se espera).

Quer saber mais sobre essas salas? Leia a reportagem de Miguel Barbieri Jr. para Veja São Paulo e tenha uma pré-impressão.

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

faturando alto

E não é que um advogado, cuja foto ilustrou uma reportagem sobre um bairro de São Paulo que atrai vizinhança homossexual, faturou R$ 250.000,00 da Folha.
Foto em jornal
Advogado identificado como gay será indenizado

A empresa Folha da Manhã, que publica o jornal Folha de S.Paulo, deve pagar R$ 250 mil de indenização por erro na publicação de uma fotografia. Numa de suas edições de domingo, em 2001, o jornal publicou reportagem intitulada “Bairro de São Paulo atrai vizinhança homossexual”, na qual incluiu a foto de um advogado numa suposta insinuação de se tratar de público gay. O valor da indenização foi fixado pelo Superior Tribunal de Justiça, que considerou irrisória a quantia arbitrada anteriormente.

A foto foi publicada no caderno Cotidiano e fazia referência aos gays “de armário” que agendavam encontros noturnos pela internet. A foto, segundo a defesa, foi tirada furtivamente, no momento em que o advogado abraçava um conhecido em frente a um café. Havia indicação de que o fotógrafo eliminou do enquadramento as respectivas mulheres, que também estavam no local. Apesar da imagem escura, era plenamente possível a identificação, alegou a defesa.

Na primeira instância, o jornal foi condenado a pagar R$ 90 mil. Esse valor foi reduzido no Tribunal de Justiça de São Paulo para R$ 60 mil. O valor foi considerado irrisório pelo STJ, que fixou a indenização em R$ 250 mil.

Para o ministro Ari Pargendler, relator do processo, mesmo sem nenhum preconceito, ser identificado como homossexual pode, em determinados setores, ser extremamente negativo à imagem pública de um homem. O advogado, que sustentou a defesa no STJ, ressaltou que até hoje responde a piadas em tom jocoso a respeito do assunto. A fotografia, aliada ao teor da reportagem, levava a crer, segundo o advogado, que ele pertencia ao público gay.

REsp 1.063.304

Revista Consultor Jurídico, 28 de agosto de 2008


Mas e aí, será que ele é? (porque cada dia semana que passa conheço mais um advogado gay nesse mundo)

piadinha de adê

Uma viúva, ao casar pela 11ª vez, diz carinhosamente ao marido:

Benzinho, vai devagar porque eu sou virgem!

Como??? - perguntou o marido
Mas você não foi casada por 10 vezes?

Sim, disse ela, mas aconteceu o seguinte:

O 1º era político, prometia mundos e fundos e nada cumpria;
O 2º era bancário, só entendia de fundos e poupança;
O 3º era poliglota, usava apenas a língua;
O 4º era massagista, esfregava, esfregava e nada;
O 5º era caçador, só gostava de viado;
O 6º era médico, ficava só examinando;
O 7º era juiz do interior, não tinha sua vara;
O 8º era coveiro aposentado, não enterrava mais porra nenhuma;
O 9º era perfumista, se contentando só com o cheiro;
O 10º era do PT, quando estava por cima não fazia nada e por baixo só reclamava;
E agora, minha esperança é você….

Intrigado, o marido pergunta:
E porque eu?

Oras, você é advogado. Então tenho certeza que vai me fuder muito!

terça-feira, 26 de agosto de 2008

e o rio de janeiro continua lindo

Agora posso falar. O Rio de Janeiro realmente é uma cidade maravilhosa, cheia de encantos mil.

Mesmo com o tempo virando no sábado, tudo era lindo. As praias, as construções históricas, os morros e claro, os cariocas (de nascença e os adotados pela cidade).

A hospitalidade deles foi incrível e fez total diferença na minha estada.

Houve almoço no Night & Day, visita ao Corcovado, bate perna pelo Centro, boteco na Farani, passeio pelas praias da Barra até o Porcão do Aterro do Flamengo e claro, ótimos esquentas e baladas.

Clebs, Daniel, Dhan, Estefânio, Gui, Oscar, Raquel e Tony que eu já conhecia e os novos amigos Braulio, Douglas e Thiago. (elenco em ordem alfabética)

Faltaram alguns queridos e queridas que dessa vez não deu para encontrar. Mas é certeza que vou voltar em breve, e então conseguir encontrá-los.

E da próxima vez, desbravar a Zona Norte, o Castelo das Pedras, a Via Apia e o Buraco da Lacraia.