domingo, 27 de janeiro de 2008

les chansons d'amour (2007)

Sem data prevista para estrear comercialmente, Canções de Amor foi exibido na Mostra Internacional de Cinema e está concorrendo a 4 Cesares.

Ainda não vi o filme, estou baixando, mas pelo que andei apurando em blogs e sites, principalmente estrangeiros, trata-se de um filme e tanto.

Vou sofrer para entendê-lo, pois, só achei a versão original, em francês, e não há legendas sequer em inglês. Mas por ser um musical, a interpretação fica mais fácil.

A história trata de amor como um todo, hetero, bi e homo e suas perdas. A trilha sonora, com belíssimas letras de Alex Beaupain, valem por si.

Não sei se por ser Francês ou se por adotar outro estilo, nas poucas cenas que vi no YouTube não rola de personagens caírem dos céus para entrarem no coro quando as músicas começam.

Uma das cenas que mais me impressionaram, por ser simples, bonita, sexy e ao mesmo tempo com um ar inocente, é a da música Lave.

Veja e tire as suas conclusões:



E a letra:

Lave
Ma mémoire sale dans son fleuve de boue
Du bout de ta langue nettoie-moi partout
Et ne laisse pas la moindre trace
De tout ce qui me lie et qui me lasse
Hélas ..

Chasse
Traque-la en moi, ce n'est qu'en moi qu'elle vit
Et lorsque tu la tiendras au bout de ton fusil
N'écoute pas si elle t'implore
Tu sais qu'elle doit mourir d'une deuxième mort
Alors tue-la encore

Pleure
Je l'ai fait avant toi et ça ne sert à rien
A quoi bon les sanglots, inonder les coussins
j'ai essayé, j'ai essayé
Mais j'ai le coeur sec et les yeux gonflés
Mais j'ai le coeur sec et les yeux gonflés
Alors...

Brûle
Brûle quand tu t'enlises dans mon grand lit de glace
Mon lit comme une banquise qui fond quand tu m'enlaces
Plus rien n'est triste, plus rien n'est grave
Si j'ai Ton corps comme un torrent de Lave
Ma memoire sale dans un fleuve de boue

5 comentários:

Alberto Pereira Jr. disse...

coincidência ou não eu assisti no domingo o filme anterior do Christophe Honoré, diretor desse filme: Dans Paris (Em Paris)

excelente! vale a pena ver

Jackson Jr. disse...

sou ALUCINADO pra ver esse filme, mais por causa do louis garrel.

abração!

Goiano disse...

ai ... eu quero ver esse filme

Goiano disse...

nossa que coisa mais pouco romantica discutir regime de bens...
mas vamos ao que interessa: tudo o que é seu é meu , e tudo que é meu é só meu kkkkkkkkkkk

se tiver uma contraproposta estou disposto a negociar

Tony Goes disse...

Linda cena! O moreno é de fato o Louis Garrel, que fez "Os Sonhadores" do bertolucci e está em cartaz em SP com "Dans Paris" (que eu achei chatinho...) Mas agora estou verde para ver este novo filme.

Meu irmão acabou de chegar da França, eu podia ter pedido para ele trazer o CD com a trilha sonora. Agora vou ter que encomendar pela amazon.fr