sexta-feira, 24 de outubro de 2008

ups, marcha errada


Nada como confundir o R com o D, perceber rápido que fez merda, frear e com isso aumentar ainda mais o tamanho da cagada.

A dona da arte aí de cima é uma querida e ocorreu lá na várzea Hípica de Santo Amaro, nos seus bastidores, onde os caminhões atracam para descarregar os cavalos.

Me arrependo horrores de não ter presenciado o fato no dia. Ainda bem que existem boas almas com máquinas fotográficas para eternizar tal momento.

3 comentários:

Daniel disse...

quando eu era juiz leigo, peguei um processo de uma mulher que estacionou seu carro no estacionamento do hospital onde trabalhava. O local era inclinado e, não se sabe como, o carro dela desceu ladeira abaixo e foi bater em outro que estava parado lá embaixo.
Ela dizia que foi uma van (perua) de um prestador de serviços que bateu e empurrou o carro dela, mas ninguém viu isso (e nem o carro dela tinha indícios que foi abalroado pelo outro lado). Eu me convenci foi que ela não puxou o freio de mão direito.

Por essas e outras que papai sempre me ensinou a deixar o carro engrenado quando parar em ladeira (e se for virado pra baixo, deixar a ré engranada)

Too-Tsie disse...

dica valiosa do Daniel, tem gente que tira carteira de motorista com a bunda, literalmente.

sou a favor de um "teste prático" todo ano pra testar a habilidade do motorista.

e pra finalizar, mulher e SUV = no no

Klero disse...

por essas e outras que eu prefiro usar a cara só qdo pedem identidade... =D