quinta-feira, 28 de agosto de 2008

faturando alto

E não é que um advogado, cuja foto ilustrou uma reportagem sobre um bairro de São Paulo que atrai vizinhança homossexual, faturou R$ 250.000,00 da Folha.
Foto em jornal
Advogado identificado como gay será indenizado

A empresa Folha da Manhã, que publica o jornal Folha de S.Paulo, deve pagar R$ 250 mil de indenização por erro na publicação de uma fotografia. Numa de suas edições de domingo, em 2001, o jornal publicou reportagem intitulada “Bairro de São Paulo atrai vizinhança homossexual”, na qual incluiu a foto de um advogado numa suposta insinuação de se tratar de público gay. O valor da indenização foi fixado pelo Superior Tribunal de Justiça, que considerou irrisória a quantia arbitrada anteriormente.

A foto foi publicada no caderno Cotidiano e fazia referência aos gays “de armário” que agendavam encontros noturnos pela internet. A foto, segundo a defesa, foi tirada furtivamente, no momento em que o advogado abraçava um conhecido em frente a um café. Havia indicação de que o fotógrafo eliminou do enquadramento as respectivas mulheres, que também estavam no local. Apesar da imagem escura, era plenamente possível a identificação, alegou a defesa.

Na primeira instância, o jornal foi condenado a pagar R$ 90 mil. Esse valor foi reduzido no Tribunal de Justiça de São Paulo para R$ 60 mil. O valor foi considerado irrisório pelo STJ, que fixou a indenização em R$ 250 mil.

Para o ministro Ari Pargendler, relator do processo, mesmo sem nenhum preconceito, ser identificado como homossexual pode, em determinados setores, ser extremamente negativo à imagem pública de um homem. O advogado, que sustentou a defesa no STJ, ressaltou que até hoje responde a piadas em tom jocoso a respeito do assunto. A fotografia, aliada ao teor da reportagem, levava a crer, segundo o advogado, que ele pertencia ao público gay.

REsp 1.063.304

Revista Consultor Jurídico, 28 de agosto de 2008


Mas e aí, será que ele é? (porque cada dia semana que passa conheço mais um advogado gay nesse mundo)

6 comentários:

Serginho Tavares disse...

advogado e veado dá que nem couve na feira!

Clebs disse...

Que país foi esse? Estados Unidos!?? hehehehehe, o paraíso dos processos!!!

Se os brazucas colocassem tudo na justiça... e digo tu-do mesmo e essa justiça fosse rápida, as coisas sairiam como foi para o tal advogado.

Gui disse...

Diz que ta empatando o numero de advogados bichas com publicitarios bichas, ne?

Alexandre Lucas disse...

Os advogados estão é saindo do armário...

BinhoSampa disse...

Pode ser que esse não seja, se fosse já teriam descoberto e ele estaria em maus lençois....

Agora...que tem muitos advogados gays..isso tem.....

Abs:-)

Daniel disse...

Droga... eu não dou essa sorte!