quinta-feira, 1 de maio de 2008

qual é a música?

Visitando o Clebs, descobri o site que diz quais músicas eram top da Billboard no dia do seu aniversário.

Vamos então à minha lista.

Quando nasci, em 1981, o sucesso era Endless Love de Diana Ross & Lionel Richie, trilha sonora do filme de mesmo nome, o primeiro de Tom Cruise.

No ano seguinte, o hit era Eye of the Tiger do Survivor, música tema de Sylvester Stallone em Rocky 3. Anos mais tarde, busquei um esporte onde se ouvia muito outra música famosa do Rocky, Gonna Fly Now da Maynard Ferguson Big Band. Nas provas de hipismo, quando se conquista a liderança das provas, toca o trecho desta música, a mesma da famosa cena do 2º filme em que ele aparece treinando e acaba subindo as escadarias da quando o Rocky sobe as escadarias do Philadelphia Museum of Art.

Every Breath You Take do The Police foi a música de 1983. Novamente um clássico.

Já a minha recaída para as músicas engraçadas, bregas e trashs, veio inspirada em 84, quando Ghostbusters do Ray Parker, Jr. estava no topo das paradas.

Em 85 foi a vez de Shout do Tears for Fears, uma música que lembra muito bem as 80´s que tanto gosto.

Com 5 anos de idade, Madonna entra na minha vida com Papa Don´t Preach arrasando no meu aniversário, em 1986.

A minha paixão pelo U2 deve ter influência em I Still Haven´t Found What I´m Looking For, a música de 87. Deve ser daí também que vem o meu gosto por covers, afinal, é uma das músicas mais tocadas por bandas de rock em início de carreira e também uma das mais chupinhadas por artistas de grande calibre, como Damien Rice, Bonnie Tyller e Cher, que usava a música na abertura de suas duas últimas turnês (alguém sabe se ela abre o show de Vegas com ela?)

Quem comandou o ano de 88 foi Steve Winwood com Roll with it, mas aqui o que importa é o cantor com seus mulletes so eghties e não a música. Sua música mais famosa é outra, Higher Love, que tem remix até do Safry Duo.

Grande lembranças remontam da música de 89, Righ Here Waiting de Richard Marx, ex-backing da Madonna. No Brasil fez parte da trilha sonora da novela Top Model, musica tema de Duda, a personagem de Malu Mader. Nos bailinhos, ela reinava na dança da vassoura. Também foi feita uma versão pela dupla Leandro & Leonardo, onde ganhou o nome de Eu sou Desejo, Você é Paixão.

Chegam os anos 90, e nada melhor do que Mariah Carey com Vision of Love, a música que levou Mimi pela primeira vez ao topo da Billboard e mostrou a revelou ao mundo.

Em 91, mais uma balada romântica, dessas de dançar agarradinho nos bailinhos, (Everything I Do) I Do It for You do Bryan Adams. Além disso, levou Robin Hood a indicação de melhor música. Lembro que havia uma técnica toda esecial para dançar essa música, porque lá pelas tantas ela dava uma parada estratégica. Se não estava gostando da parceira aproveitava para parar de dançar porque a música tinha "acabado". O foda era quando a menina dava o golpe em nós.

Boyz II Men com End of the Road foi a música de 92. Apesar de ser bem okay, a música ficou 13 semanas no topo da Billboard.

Uma regravação de Can´t Help Falling in Love levou UB40 a dominar as paradas no meu aniversário de 12 anos. Ainda tenho o cd deles com essa música.

Os anos seguintes foram chatos. Em 94 foi a música Stay (I Missed You) da Lisa Loeb e em 95 Waterfalls da TLC.

Já 96 a jogação era total, com uma música caliente, para fazer a Heleninha, virar tequilas e depois subir em uma mesa, de preferência firme, para o tombo ser com classe e mandar ver na coreografia minimalista. Sim, quando eu comemorava meus 15 anos, recém chegado de uma temporada no circuito Boca-Sarasota, quem quebrava tudo na América eram os Los Del Rio, com a deliciosa Macarena.

Em 97 rola uma mistura com 83. Puff Daddy gravou I´ll be Missing You, música sampleada de Every Breath You Take. O resultado foi tão bom, assim como o intuito da música, que pela primeira vez na história, o artista sampleado cantou ao vivo com o chupim. No meio da apresentação do Puff Daddy no MTV Video Music Awards de 97, o Sting aparece para cantar a parte roubada.

No ano de 98, uma tal de Brandy & Monica cantando The Boy Is Mine.

Aí chega 99 e Christina Aguilera alegra os meus 18 anos com Genie in a Bottle.

O novo milênio se aproxima e Sisqó bate as paradas com Incomplete. Preferia que fosse The Thong Song, mas...

Chega o novo milênio e enquanto comemorava meus vinte anos, Alicia Keys soltava sua voz deliciosa com Fallin'.

Em 2002 Nelly and Kelly Rowland estouram com Dillema. Parece que a Billboard voltou a fazer as pazes com meu iTunes nos meus aniversários.

Batendo o cabelo e fazendo várias drags se inspirarem nela para os seus shows na finada Leve, Beyoncé aparece em versão solo e nos brinda com Crazy In Love.

Uma recaída da Billboard e um tal de Juvenile ft. Soulja Slim aparece com uma fraca Slow Motion. Realmente americano não tem um gosto musical apurado.

Mas Mimi se renova(?) e enquanto eu fazia 24 anos (o famoso ano da decisão), We Belong Together bombava, ficando na liderança da Billboard por catorze semanas não consecutivas.

Em 2006 Timbaland já mostrava que iria dominar a música pop logo mais e colocou nas paradas Nelly Furtado com Promiscuous.

Para finalizar, em 2007 foi Sean Kingston com Beautiful Girls quem fazia a festa.

Até que gostei da minha lista, principalmente dos primeiros anos. Deu uma vontade de me jogar em uma festinha com muito flashback, vocal e sem nada de tribal.

Loca? Trash? Pucci? Boogie? Aceito sugestões ;-)

PS: Maiores informações sobre as músicas na Wikipedia e no YouTube. Ia postar os videos, mas o post ia ficar muito carregado.

8 comentários:

Alexandre Lucas disse...

No dia do meu aniversário (sou um "pouquinho" mais velho que você, era "Lady Marmalade" da Labelle - (Voulez Vous Coucher Avec Moi).

Deu no que deu, né ?
kkkkkkkkkkkkk

Clebs disse...

Eu adorei a sua lista!

Dá para conhecer você melhor por essas músicas!!

E tipo, eu acho que todo mundo tem Mariah na vida.. hahahah

GUI SILLVA disse...

o clebs, além de relações internacionais, tb entende tudo de músivca e teatro...adoroooooo

GUI SILLVA disse...

ahhh...claro, adorei a sua lista!!!
bjs

Gui disse...

Olha...é coincidencia ou beyonce fez o niver de TODAS as bees nos ultimos anos?! Eu, hein...

E We belong together foi decisivo, acredite.

Too-Tsie disse...

Novela Top Model, um crássico!
Eu assisti as 2x que passou.

UB40 fez um sucessão, ainda mais pq era trilha sonora do filme Sliver com a Sharon Stone.

Lisa Loeb é meio chatinha mas eu adorava TLC, Waterfalls.

Quando rolou essa música do Puff Daddy eu lembro que estava fazendo faculdade, e eu estava comprando esse single na novíssima Saraiva Mega Store no Shopping Ibirapuera, acho que foi a primeira loja modelo da época.
Foi nessa mesma época que eu mijoguei na noite hihi.

Klero disse...

Na Trash você deve escutar uma ou duas... Na Loca, o flashback é bem divertido. A Boogie perdeu-se em minha memória há anos... e nunca fu ao Pucci, apesar de sempre ter a curiosidade. O melhor mesmo é reunir os amigos em casa e fazer a seleção de flashback!

Alexandre Lucas disse...

Os flashbacks do DJ Pomba na A Loca São tudo de bom =)